História

O Bar do Biu oferece o que há de melhor em gastronomia nordestina preparada com carinho e dedicação. Localizado no bairro de Pinheiros, apresenta um ambiente simples, boteco do lado de fora e esconde em seu interior um salão com paredes azuladas e uma cozinha que exala um cheirinho de dar água na boca, comanda pelas mãos de dona Edinólia, a Edí.

Nascida em Jussiape, na Bahia, Edí mudou-se para São Paulo ainda adolescente, onde trabalhou em diversos seguimentos. Em 1980, casou-se com Severino, o Biu, paraibano de Queimadas. Juntos, em 1983, abriram o Bar do Biu.

O bar costuma lotar aos finais de semana, o que gera fila de espera. O público é descolado aos sábados, vão músicos, publicitários e artistas plásticos. Aos domingos, famílias se reúnem para almoçar.

O Bar do Biu participou três anos consecutivos no concurso Boteco Bohemia, e, em sua terceira participação levou o terceiro lugar no quesito atendimento. Uns dos pratos mais pedidos na casa é o Baião de dois, tradicional da culinária nordestina, preparado com mais de dez ingredientes.

“O carinho por parte dos clientes faz com que eu me dedique e tenha mais carinho pelo que faço”, explica Edi. A chef e dona do restaurante relata que o dom de cozinhar veio da avó, mas que obteve o aperfeiçoamento na prática com o incentivo do marido Biu . “Ele, ao provar o prato, dava sugestões do que precisava colocar ou tirar para que eu encontrasse o ponto ideal”, diz ela sobre o sucesso de seu trabalho.